fbpx

Coworking: uma tendência em prédios residenciais

Nos últimos tempos, o conceito de coworking ganhou força. Seja por conta do aumento de profissionais autônomos ou pela popularização do home office, muitas pessoas preferem trabalhar e estudar em ambientes que fogem do escritório tradicional.

Inclusive, essa é uma forte tendência no setor imobiliário. Construtoras e incorporadoras projetam empreendimentos com áreas exclusivas para os moradores que pretendem mudar de ares e, ao mesmo tempo, garantir o foco.

No entanto, por se tratar de algo relativamente novo no mercado, há quem ainda desconheça o funcionamento e as características do coworking. Você faz parte desse grupo? Então, aproveite para entender mais sobre essa possibilidade e otimizar o seu trabalho!

Coworking: desvendando esse conceito

Muito comentado no universo corporativo, o coworking consiste em uma espécie de espaço de trabalho ou estudo onde diferentes pessoas conseguem compartilhar as mesas sem que, para isso, seja preciso alugar uma sala comercial ou trabalhar dentro de casa.

Normalmente, são indivíduos de diferentes áreas e empresas, que encontram no coworking uma excelente alternativa para manter o foco, economizar dinheiro e, claro, interagir com outros profissionais, potencializando, assim, o networking.

Foi com base em todos esses diferenciais que, em 1999, Bernie DeKoven cunhou o termo “coworking”. Anos mais tarde, em 2005, Brad Neuberg o colocou em prática, criando um espaço em que colaboradores de variadas organizações pudessem conviver em harmonia e exercer as suas funções.

O coworking no dia a dia

Entre outros motivos, o coworking foi criado pensando em melhorar o desempenho de seus frequentadores. Ao contrário do escritório tradicional, onde temos mais chances de passar momentos de puro ócio, esse espaço é completamente projetado para que os profissionais alcancem o máximo de desempenho, o que influencia diretamente nos resultados de cada projeto.

Por isso, desde o início, Brad Neuberg decidiu otimizar esses ambientes, oferecendo aluguéis de horas, dias, ou até mesmo, meses. Para utilizá-los, não é preciso assinar contratos de longa duração, como acontece quando alugamos uma sala comercial. Resumindo, você só paga pelos momentos que, de fato, usufruir do local.

Em um prédio residencial, por sua vez, as vantagens são ainda maiores. Por exemplo, imagine que você mora em um empreendimento com um coworking disponível. Nessas circunstâncias, não será preciso realizar nenhum pagamento, uma vez que o uso do ambiente já estará incluso no valor do condomínio, assim como acontece com as demais áreas de convivência.

Quais são as vantagens de ter um coworking no prédio

Não há dúvidas de que um escritório colaborativo é extremamente vantajoso — ainda mais se o espaço fica dentro do seu próprio condomínio. Quer saber quais são os principais pontos positivos? Listamos abaixo!

Economia de tempo e dinheiro

Impossível falar da tendência do coworking em prédios residenciais sem citar a economia de tempo e dinheiro.

Uma das grandes queixas entre os profissionais é a necessidade de se deslocar diariamente até chegar no escritório. Com um coworking no próprio condomínio isso não acontece.

Ao contar com um espaço disponível a somente alguns passos de sua casa, você não precisará se preocupar com o trânsito e, até mesmo, conseguirá realizar as suas pausas em seu lar.

Além disso, mesmo que o espaço cobre taxas de uso — o que é raro —, essa quantia será infinitamente menor do que as mensalidades normalmente praticadas nos espaços compartilhados e nas salas comerciais.

Coworking

Alta produtividade

Quando trabalhamos em casa, no tradicional home office, ficamos mais suscetíveis às distrações. Televisão, rádio, família, vizinhos e visitas podem comprometer o foco. Mas isso pode ser contornado ao trabalhar em um coworking.

Como estamos falando de um ambiente exclusivo para o trabalho, você não sofrerá com as indesejadas interrupções, já que todos os frequentadores estarão completamente concentrados em suas respectivas funções.

Profissionalismo garantido

Diferentemente de um escritório montado dentro de casa, o coworking permite que os seus frequentadores recebam clientes ou parceiros para a realização de reuniões em espaços próprios para essa finalidade.

Em alguns desses ambientes, existem salas reservadas que contam com projetores, lousas e outros equipamentos capazes de facilitar o encontro e torná-lo ainda mais profissional.

Segurança máxima

Quem vive em cidades movimentadas com certeza se preocupa com a sua segurança. E esse é mais um ponto positivo de contar com um belo coworking em seu prédio.

De praxe, os condomínios já realizam o controle de saída e entrada de visitantes. Isso limitará e selecionará as pessoas que circularão pelo espaço. Assim, você poderá trabalhar sem medo.

Como aproveitar o coworking da melhor forma

Apesar de o coworking estar localizado dentro do seu prédio, isso não impede o espaço de ter regras específicas de uso e convivência.

Portanto, antes de começar a aproveitar o ambiente, é interessante tomar alguns cuidados para garantir o máximo de satisfação. Confira os principais deles:

  • siga as regras básicas: sempre verifique os horários de funcionamento do coworking. Confira também se há a necessidade de reservar uma mesa, sala privativa ou, até mesmo, se é possível convidar pessoas de fora do condomínio para participar de reuniões;
  • contribua para a limpeza e organização: assim como acontece em outros locais de trabalho, você precisará manter o ambiente limpo e organizado. Evite comer no espaço e retire os seus pertences da mesa antes de ir embora. A mesma dica deve ser levada para o uso da cozinha, se houver;
  • tome cuidado com o barulho: respeite os demais profissionais que estiveram trabalhando no mesmo espaço. Procure falar baixo, não use aparelhos sonoros e, caso precise realizar uma chamada de vídeo, vá para um espaço distante e incapaz de atrapalhar os seus vizinhos;
  • tenha bom-senso: cuidado para não extrapolar nas brincadeiras ou “forçar” uma conversa com quem está concentrado no trabalho. Para manter o relacionamento tranquilo, evite fazer piadas, criar desentendimentos ou interromper as atividades alheias.

Depois deste artigo, não há dúvida de que o coworking pode ser uma excelente saída para o seu dia a dia e a sua vida profissional, certo?

Caso esteja em busca de um prédio com coworking para morar, aproveite para conhecer a Colina do Ipê, um lançamento completo de alto padrão que encantará a população de Ribeirão Preto!

Categorias e Tags relacionadas