fbpx

Torneios de tênis: conheça as principais competições

torneios de tenis

Você sabe quais são os principais torneios de tênis? Anualmente, o circuito gira o planeta em busca dos principais troféus. Alguns são amplamente conhecidos dos amantes da modalidade, como os Grand Slams, mas outros nem tanto.

O público brasileiro talvez não tenha a dimensão da quantidade de competições anuais. Elas, afinal, acontecem todas as semanas, de janeiro a novembro. Por aqui, as transmissões focam apenas nas principais, em função do maior interesse.

Pensando nisso, no artigo de hoje vamos apresentar as principais competições para você entender a hierarquia dos torneios de tênis, começando pelos mais importantes deles: os Grand Slams.

Grand Slams: os principais torneios de tênis

Podemos dizer que a conquista de um Grand Slam é, para um tenista, muito próxima da sensação de um jogador de futebol que vence uma Copa do Mundo. Mas a analogia não é perfeita, pois o mundial de futebol acontece a cada quatro anos, enquanto os torneios de tênis são todos anuais.

Certamente, a importância desses torneios está diretamente ligada à história do tênis. São as competições mais antigas e tradicionais. Além disso, elas oferecem excelentes premiações — sejam em termos financeiros ou na distribuição de pontos para o ranking.

Australian Open

O Australian Open é o primeiro torneio de grande relevância do ano e acontece no final de janeiro, durante o verão australiano. Por isso, ele é conhecido como Happy Slam, já que é um ambiente alegre e de grande ânimo para uma temporada que se inicia.

O calor costuma ser forte nessa época e a energia deve ser dosada pelos tenistas. Aliás, vale lembrar que, no circuito masculino, os Grand Slams são jogados em melhor de cinco sets. Já no feminino, eles seguem com a tradicional disputa em melhor de três sets.

Se essa dinâmica é estranha para você, confira o nosso artigo que explica as regras do tênis.

Roland Garros

Após um longo intervalo, as atenções do mundo do tênis voltam a se concentrar em um Grand Slam no mês de maio. O torneio de Roland Garros é disputado na França e é a única edição da categoria disputada em piso de saibro.

Considerado o torneio mais charmoso do circuito, os franceses se acostumaram a ver Rafael Nadal empilhar troféus pela ATP. O espanhol, afinal, já venceu a competição 12 vezes. Foi aqui também que Gustavo Kuerten obteve suas maiores glórias: ele conquistou Roland Garros em três oportunidades.

Wimbledon

Em julho, acontece o mais tradicional dos torneios de tênis: Wimbledon.

Assim como Roland Garros, em saibro ele é o único Grand Slam disputado em grama. O piso, que é cada vez mais raro no circuito, é justamente o original do esporte.

O tênis brasileiro também teve seus dias de glória na grama sagrada de Wimbledon. Afinal, Maria Esther Bueno foi campeã três vezes em torneios simples e outras cinco em competições de duplas.

Torneios de tênis

US Open

Fechando o ano em termos de Grand Slams ainda temos o US Open. A disputa ocorre em quadras rápidas, assim como acontece no Australian Open. Também é um dos torneios mais antigos e tradicionais do circuito, sendo batizado originalmente como US National Championship.

Apesar de o US Open encerrar o calendário dos Grand Slams, ele não marca o final da temporada do tênis. Isso porque a modalidade vai muito além desses quatro campeonatos. Vamos então conferir os outros níveis de torneios do circuito.

Masters 1000: a segunda principal categoria de torneios de tênis

Em segundo lugar na lista de torneios de tênis estão os Masters 1000. Mas não se engane: eles também são extremamente relevantes para os tenistas. A diferença, além de uma menor tradição, está na pontuação distribuída. No circuito feminino, eles se chamam WTA Premier.

A partir desse nível, os torneios dos circuitos principais recebem o número de pontos distribuídos em sua nomenclatura. O vencedor leva 1000 pontos — apenas metade em relação ao campeão de cada torneio que já apresentamos para você. A partir dele, os pontos vão reduzindo conforme a campanha de cada jogador.

Em Masters 1000, tanto homens quanto mulheres disputam suas partidas em melhor de três sets. O calendário oferece diversos torneios da categoria, espalhados em cidades como Madri, Roma, Paris, Miami e Toronto.

Vale destacar o Masters 1000 de Indian Wells, que, embora siga as mesmas regras dos demais torneios de tênis da categoria, é considerado no circuito como o “quinto Grand Slam”.

Outros torneios de tênis

Além de Grand Slams e Masters 1000, os torneios de tênis se dividem outras categorias. Elas são mais volumosas em quantidade de campeonatos, mas distribuem menos pontos e premiações aos tenistas.

  • ATP 500: é o terceiro nível de torneios, distribuindo 500 pontos ao campeão. A aparição dos principais jogadores de tênis é menor em chaves desse nível. No circuito feminino, as competições equivalentes se chamam WTA International;
  • ATP 250: seguindo a lógica, oferecem 250 pontos ao campeão. Tenistas do topo do ranking participam apenas em ocasiões especiais. No circuito feminino, esses torneios se chamam WTA 125;
  • ATP/WTA Finals: reúne os oito primeiros colocados do ranking ao final da temporada. Aqui, eles se dividem em dois grupos de quatro. Avançam dois de cada chave para as semifinais. Possui grande importância no calendário dos tenistas, algo próximo aos torneios Masters 1000;
  • Copa Davis: foi, por muito tempo, a mais tradicional disputa entre países. O torneio consistia em partidas simples e de duplas, em uma melhor de cinco jogos. Recentemente, teve sua fórmula modificada e perdeu espaço para a ATP Cup, uma disputa similar que estreou em janeiro de 2020;
  • Challenger: saindo do “nível ATP” (ou WTA), temos torneios menores. O primeiro deles é o Challenger, onde tenistas tentam somar pontos que os permitam participar de competições mais importantes, ingressando no circuito da ATP;
  • Futures: por fim, ainda temos torneios de categoria inferior ao nível Challenger. A dinâmica é parecida: pontuar para subir no ranking e, assim, ter a possibilidade de disputar melhores torneios de tênis.

Você conhecia todos esses torneios? Temos jogos praticamente todos os dias. Certamente, quem pensa em começar a jogar tênis em Ribeirão Preto precisa acompanhar o circuito.

Compartilhe este artigo nas redes sociais para que mais pessoas conheçam o calendário da modalidade!

Categorias e Tags relacionadas