fbpx

Piscina vermelha: você já conhece essa grande tendência?

Insípida, inodora e incolor. Essas são características que costumamos atribuir a água para consumo. Mas o que acontece em uma piscina vermelha?

Bom, essa é uma ilusão de ótica que ganha cada vez mais espaço em projetos residenciais, de hotéis e outros espaços de lazer.

Geralmente, as piscinas são associadas a tonalidades de azul e verde. É uma relação natural, causada por uma comparação com as águas de mares e rios.

No entanto, uma piscina vermelha é uma oportunidade de ter um ambiente exótico e alegre, com um diferencial decorativo. Tudo vai depender de como você pretende construir e decorar.

De olho nessa tendência, muitas marcas de materiais de construção já oferecem produtos coloridos, especiais para aplicação em piscinas vermelhas.

Alguns empreendimentos também começam a adotar esse visual, que chama a atenção dos futuros compradores.

Neste artigo, saiba mais sobre as piscinas vermelhas, que dão um ar moderno e despojado a qualquer área de lazer!

O que é uma piscina vermelha?

Nada mais é do que uma piscina com revestimento, iluminação ou pintura, por exemplo, em vermelho.

Ou seja, ao contrário do que se possa pensar, a água não é vermelha e nem recebe nenhum tipo de produto ou tratamento para ficar com essa cor. 

Apesar de a preferência ainda ser por piscinas azuis e verdes, outras cores ganham protagonismo. Portanto, vale a pena saber mais a respeito do assunto.

Confira, em seguida, as principais dúvidas sobre a piscina vermelha.

De onde veio a ideia da piscina vermelha?

As piscinas azuis e verdes geralmente são tentativas de reproduzir as cores de mares e rios.

No entanto, existem outras fontes de água espalhadas pelo mundo, nos mais variados tons. Então, por que não ter uma piscina de outra cor?

Por exemplo, você já reparou que muitas cachoeiras têm um tom marrom, caramelo ou, às vezes, até amarelado?

Aliás, o efeito de água vermelha não é obtido apenas de maneira artificial.

Por exemplo, as fontes termais de Blood Pond, no Japão, têm coloração avermelhada, por causa do excesso de ferro na água.

Nesse caso, a água realmente fica vermelha, ao contrário da piscina — que, como vimos, é só uma ilusão de ótica.

Outra curiosidade sobre essa fonte é que ela tem água bem quente, chegando aos 70ºC. Por isso, esse é um local somente de observação, não para entrar e se banhar.

Sendo assim, a inspiração na natureza certamente contribui para a piscina vermelha. Entretanto, também é uma chance de dar destaque ao visual, de forma a valorizar a decoração.

Onde encontrar uma piscina vermelha?

Alguns famosos brasileiros já chamaram a atenção por terem piscinas vermelhas em casa, como é o caso do apresentador André Marques e da cantora Ludmilla.

Hotéis e clubes também podem contar com esse efeito em suas áreas de lazer.

Um exemplo é o Hotel Unique, em São Paulo. A piscina vermelha no terraço, com vista para a cidade, é um verdadeiro cartão-postal. E não para por aí! Nesse mesmo estabelecimento, há uma amarela no spa.

Outra piscina colorida famosa é a do B. Hotel, em Brasília. No entanto, em vez do vermelho, a cor eleita também foi o amarelo.

Além disso, diversos empreendimentos imobiliários residenciais recentes trazem a piscina vermelha como um diferencial para seus moradores aproveitarem momentos de lazer em um ambiente sofisticado.

A cor da piscina faz diferença na água?

Não. Na verdade, a água só parece vermelha por causa de uma ilusão de ótica causada por revestimentos, luzes ou pinturas nessa cor. Ou seja, ela continua transparente, assim como em piscinas azuis ou verdes.

Piscina vermelha

Como ter uma piscina vermelha?

Mas se a água não é vermelha, então como ter uma piscina nesse tom? Em seguida, detalhamos cada uma das alternativas para você.

Com azulejo ou pastilha

É possível usar azulejo próprio para áreas molhadas na construção da piscina vermelha. Outra opção são as pastilhas, que tendem a custar mais caro.

Nesses casos, também é preciso considerar os custos com mão de obra, rejunte, argamassa e outros materiais.

Além do vermelho, ainda é possível apostar em outros tons quentes, como laranja, amarelo e rosa. Não há limites para a criatividade!

Com LED vermelho no interior da piscina

Também é possível usar spots com lâmpadas de LED vermelhas que sejam à prova d’água. Aliás, isso é muito importante, porque elas vão ficar no interior do tanque. E nesse caso, o ideal é que a piscina seja branca ou em outro tom neutro. 

Um ponto legal de escolher o LED é que há opções de lâmpadas que emitem diferentes cores. Assim, dá para alternar a cor da piscina de acordo com a ocasião ou o mood.

Com pintura vermelha em piscina de fibra

Em piscinas de fibra de qualquer cor, é possível usar tinta própria em vermelho para pintar toda a superfície. Há várias marcas no mercado que oferecem produtos assim.

Antes de comprar, é preciso consultar um profissional para entender qual apresenta a melhor qualidade ou o custo-benefício mais vantajoso.

Quais são as vantagens de uma piscina vermelha?

Para quem gosta da cor ou aproveita todas as oportunidades de se diferenciar, não há dúvida: ter uma piscina vermelha é muito vantajoso!

No entanto, também há outros benefícios, como:

  • elegância e sofisticação, já que cores quentes, como o vermelho, conferem essas impressões. Elas ainda podem deixar qualquer ambiente mais aconchegante;

  • dão um ar moderno e despojado para a área de lazer, especialmente quando em combinação com uma decoração que também tenha essa atmosfera;

  • oportunidade de combinar com outros elementos da área externa, desde revestimentos até móveis;

  • personalização, para refletir os gostos pessoais dos moradores;

  • menor visualização de sujidades no fundo da piscina.

Gostou da ideia de deixar de lado os clássicos azul e verde para inovar com outras tonalidades na piscina? Esperamos que sim! 

Descubra diversas possibilidades de decoração, conheça novos empreendimentos e muito mais! Acompanhe os nossos perfis nas redes sociais: Facebook, Instagram e YouTube.

Categorias e Tags relacionadas