fbpx

Carne bovina: 8 dicas para você acertar na compra

carnebovina1

O sabor e a textura de uma carne bovina são os resultados de uma compra bem-feita. Por isso, é importante conhecer os diferentes cortes, de modo a saber as características de cada um e avaliar se é melhor comprá-los no balcão ou na bandeja.

Aproveitar momentos em casa com a família pede um certo preparo. Um deles é ir para a cozinha, organizando um churrasco ou inovando no cardápio. Nesse momento, as peças de carne bovina ganham destaque, por conta de aspectos como variedade, qualidade e sabor.

Portanto, neste artigo, você aprenderá como fazer uma excelente compra de carne de boi, de modo a garantir a melhor refeição em família, seja na varanda gourmet ou na sala de jantar!

1. Prefira comprar carne bovina sempre no balcão

Comprar carne de bandeja quase sempre é a escolha de quem precisa de praticidade e rapidez no supermercado ou açougue. Porém, esse formato pode reservar surpresas desagradáveis ao seu paladar.

O problema de comprar carne na bandeja é que você não sabe quando a peça foi cortada, moída ou picada. E mesmo refrigerada, passando de mão em mão entre funcionários até chegar ao freezer, ela pode sofrer variações de temperatura consideráveis.

Esses pontos fazem a carne de bandeja ser uma escolha arriscada. Então, sempre prefira pedir no balcão e ver o açougueiro cortá-la na hora. Assim, você acompanha o serviço com a certeza do que fazem com o seu alimento.

2. Escolha um bom local de compra

Muitas vezes, o valor de uma carne bovina está mais baixo em um comércio do que em outro, sendo que os locais ficam próximos. Porém, você deve optar pelo estabelecimento que garante uma boa procedência.

Logo, leve sempre em consideração a confiança que você tem em um comércio de cortes bovinos. Boas referências de vizinhos e familiares também são importantes indicativos quando você não conhece os locais em questão.

Por fim, avalie pontos importantes como histórico de mercado, qualidade de atendimento e, principalmente, higiene local.

3. Priorize peças de carne bovina de cores mais vivas

Além do local de compra, a aparência da carne bovina é um ponto crucial para você garantir a melhor peça para o seu preparo.

Nesse sentido, quanto mais viva for a cor da peça, melhor e mais fresca ela estará. Aqui, não é uma questão apenas de sabor e textura, mas também de saúde.

Peças que estejam em tons voltados para o marrom podem estar secas e concentrar bactérias. Esse é um indicativo de abate mal feito, más condições de criação do gado e/ou falta de higiene na manipulação do alimento.

4. Acerte o corte bovino e o tipo de preparo

Fundamental para garantir um prato refinado e delicioso, a escolha do corte da carne deve combinar com o modo de preparo planejado. Quando você presta atenção nisso, até peças menos nobres podem ficar mais saborosas.

Basicamente, uma carne fica mais saborosa na panela de pressão, na grelha ou na frigideira de acordo com a sua quantidade de gordura. Porém, além desse critério, há outros que levam em conta os diferentes preparos e as características das carnes.

Portanto, entenda qual é o preparo ideal para cada tipo de carne.

Carne bovina

5. Opte por peças de carne bovina com boas quantidades de gordura

Ainda que você peça ao açougueiro para retirar a gordura da carne bovina, ela é responsável por boa parte do sabor e da maciez do corte.

Portanto, na hora de escolher, veja se a peça está com um bom marmoreio, que é a quantidade de gordura entremeada nas fibras da carne.

Cortes como o filé mignon, por exemplo, não têm essa característica. Então, veja apenas aqueles que seguem esse critério.

O atendente pode remover o excesso da capa de gordura no momento da compra. Assim, além de evitar ter que retirá-la em casa, você garante pagar apenas pelo melhor da carne bovina.

6. Retire o sebo do corte

Uma parte que quase toda a peça de carne bovina tem — que não pode ser confundida com a gordura — é o sebo.

Ele faz com que o corte perca toda a sua qualidade quando é preparado, independentemente da técnica empregada, acabando com o seu prazer gastronômico.

Por isso, o atendente deve remover completamente o sebo no momento da compra. Esse é mais um motivo para você comprar a carne direto no balcão.

7. Fique atento a alguns sinais durante a compra da carne bovina

Além de seguir essas dicas sobre a escolha de uma peça de carne bovina que renda um preparo altamente saboroso, você deve se atentar a alguns sinais.

Nunca compre uma peça de carne se ela estiver com:

  • cartilagens;
  • coágulos;
  • pedaços de osso — não o osso inteiro, como é normal em uma costela;
  • tinta;
  • pontas de nervos;
  • pelos;
  • objetos grudados.

Todos esses são indícios de que a carne foi manipulada de forma errada em alguma etapa da produção, desde a criação do gado até o fatiamento da peça para a venda.

Evitar o consumo de carnes com esses problemas diminui os riscos de contaminação alimentar.

8. Mantenha um bom relacionamento com o local de compra

Para garantir boas peças de carne bovina sempre que for às compras, procure manter um relacionamento amistoso com os atendentes ou o dono do estabelecimento que você frequenta.

Essa é uma maneira de fazer com que o local procure servi-lo com as melhores peças, que são separadas justamente para os clientes com os relacionamentos mais estreitos.

Como vimos, preparar um bom prato com carne bovina vai além de apenas escolher um corte nobre. Isso implica em saber comprar a peça.

Agora, conhecendo os principais detalhes que garantem a alta qualidade de um corte, basta escolher uma boa receita que a sua refeição em família será perfeita.

Gostou das nossas dicas? Então, compartilhe este artigo em suas redes sociais. Certamente os seus amigos também gostarão delas!

Categorias e Tags relacionadas