fbpx

Afinal, qual é o melhor vinho para carne vermelha?

Um dos segredos para preparar uma refeição completa é saber como harmonizar os pratos e as bebidas. Muitas pessoas imaginam que apenas os especialistas em gastronomia devem ter esse cuidado. Contudo, a atenção é fundamental para criar combinações inesquecíveis. Por isso, o artigo de hoje vai dar algumas dicas de vinho para carne vermelha.

As carnes vermelhas conversam muito bem com as bebidas mais encorpadas, como o vinho. Entretanto, alguns detalhes podem passar despercebidos, como as características de cada bebida, os acompanhamentos de cada prato, os seus molhos e, até mesmo, o corte da carne. Então, para acabar de vez com as dúvidas, decidimos criar um conteúdo completo sobre o tema.

Descubra o melhor vinho para carne vermelha e arrase na cozinha!

Vinho para carne vermelha

O que analisar na hora da escolha do vinho para carne vermelha?

Primeiramente, pensar na harmonização pode soar como uma tarefa simples. Porém, ao longo desse processo, você precisará considerar vários elementos. Entre eles estão as características da carne escolhida.

Vamos a exemplos? As peças mais gordurosas e com alto índice de proteína pedem por vinhos encorpados. Por outro lado, as carnes magras e suaves combinam com bebidas frutadas.

Em seguida, considere as particularidades do vinho escolhido. Aqui, é fundamental analisar o sabor da bebida — se é leve, encorpado, amadeirado ou frutado.

Depois, verifique a quantidade de tanino. Afinal, esse componente está presente na semente e na casca das uvas, influenciando no resultado do vinho.

Aliás, entre os pontos em que o tanino consegue interferir, destacamos o corpo, a acidez e a adstringência do vinho.

Qual é o melhor vinho para carne vermelha?

Considerando as dicas anteriores, é difícil definir um único tipo de vinho para carne vermelha. Afinal, existem diversos cortes no mercado, sendo que cada um se encaixa com uma modalidade diferente da bebida.

Assim, para facilitar a sua escolha, a seguir listamos os principais cortes de carne e os tipos de vinho que harmonizam com eles. Confira.

Contrafilé

Certamente, o contrafilé é um dos cortes mais tradicionais que existem.

Muito utilizada para bifes grelhados, essa opção é suculenta e fibrosa, combinando perfeitamente com os vinhos que apresentam alto índice de tanino e são mais encorpados.

Tome cuidado com a acidez da bebida, que deve ser baixa, exatamente como a do Malbec.

Picanha

Temos aqui um dos cortes mais utilizados nos churrascos brasileiros. A picanha é um tipo de carne extremamente suculento, graças à notável capa de gordura que envolve toda a peça.

Por consequência, a picanha pede por uma bebida que tenha boa acidez e tanino acentuado. Entre as mais consumidas, destacamos o Cabernet Sauvignon.

Aliás, essa combinação é válida tanto para os cortes de picanha assados quanto para outras preparações, como o hambúrguer. Inegavelmente, o resultado sempre será fantástico!

Filé mignon

O filé mignon é conhecido por marcar presença em diversos pratos. Strogonoff, medalhão e rosbife são apenas alguns exemplos. Esse amplo leque de possibilidades é devido ao seu corte, extremamente macio, com baixa gordura e muito sabor.

Portanto, a sua preparação exige um cuidado especial. Desse modo, se a ideia é preparar a carne ao molho madeira, você pode investir em vinhos encorpados. Eles são excelentes para realçar o seu paladar.

Um deles é o delicioso e refinado Pinot Noir. Você também pode experimentar uma combinação com a uva Grenache, que é extremamente saborosa e deixa qualquer degustação ainda melhor.

Costela

Seguindo as nossas dicas de vinho para carne vermelha, que tal descobrir as características da costela? Dentre todas as opções, essa é uma das mais gordurosas e, logo, macia e suculenta.

Desse modo, invista em uma bebida igualmente marcante. Em geral, a costela é preparada com o molho barbecue. Nessas ocasiões, indicamos um Syrah para acompanhar. Encorpada e frutada, a solução conversa perfeitamente com esse tipo de prato.

Mas se você quiser preparar a costela sem o molho, tudo bem! Como alternativa, prefira um vinho mais potente. Chianti e Malbec são excelentes pedidas.

Muitas pessoas ainda gostam de preparar ensopados de costela. Para elas, o equilíbrio ideal acontece quando apostam em vinhos mais suaves e delicados, como o Pinot Noir.

Alcatra

Esse é um corte macio e fibroso, com boa quantidade de gordura. A alcatra costuma ser servida em refogados, picadinhos ou cortes grelhados. Independentemente da opção, escolha um bom vinho para carne vermelha.

Devido ao seu teor gorduroso, a bebida deve apresentar mais corpo e acidez.

A nossa indicação? O Carménère, principalmente quando servido com um caprichado Boeuf Bourguignon. Isso porque essa receita leva diversas ervas e, assim, harmoniza com bebidas com notas herbáceas e aveludadas.

Lagarto

Por fim, temos o lagarto — um corte intenso de carne vermelha muito utilizado por chefs de cozinha. Na maioria das vezes, ele é usado no preparo da carne de panela, trazendo mais leveza e pouca gordura.

Por conta dessas características, você não precisa utilizar um vinho que seja muito estruturado ou tenha diversas notas de tanino. Prefira bebidas que sejam ácidas e capazes de suavizar as fibras presentes na carne.

Costumamos dizer que esse é um ótimo corte para quem gosta de preparar o tradicional rosbife.

Assim, uma ótima opção é o Pinot Noir. Contudo, se a ideia é adicionar ao prato molhos fortes e marcantes, como os de pimenta ou mostarda, prefira harmonizar a carne com um vinho rosé.

Vinho para carne vermelha

Viu só? Não tem segredo! Com essas dicas, será possível escolher o melhor vinho para carne vermelha e encantar os seus convidados.

Aliás, durante o preparo, não se esqueça de testar outras possibilidades, adicionar ingredientes diferenciados e usar a criatividade. Depois, é só montar a mesa e servir com requinte. Certamente, será uma experiência gastronômica memorável!

Caso tenha gostado do nosso artigo de hoje e queira receber outras dicas como essas, acompanhe os nossos perfis nas redes sociais: Facebook e Instagram. Nos vemos por lá!

Categorias e Tags relacionadas