fbpx

Poltrona de amamentação: conforto para a mamãe e o bebê

A chegada de um bebê é sempre motivo de orgulho e festa. Assim que os papais recebem a notícia, já começam a preparar o quartinho do mais novo integrante da família. Berço, cômoda e trocador são itens indispensáveis para compor um ambiente completo. No entanto, existe um móvel que, muitas vezes, é ignorado pelos casais: a poltrona de amamentação.

O ato de amamentar é especial, tanto para a mãe quanto para o recém-nascido. Portanto, nada mais justo do que contar com um móvel próprio para essa finalidade, capaz de oferecer o máximo de conforto e praticidade em um período tão importante. Mas quais são os detalhes que devem ser observados na hora de escolher um bom modelo? Será que a poltrona de amamentação é, de fato, obrigatória nesses espaços?

Todas essas dúvidas são legítimas e merecem a nossa atenção. Justamente por isso, vamos compartilhar com você todas as informações sobre o assunto, além da melhor maneira de conquistar um dormitório estiloso e adequado para o seu pequeno. Acompanhe!

O que é uma poltrona de amamentação?

A poltrona de amamentação, como o próprio nome já diz, é um móvel próprio para o momento de amamentar. Extremamente confortável, o produto garante um excelente suporte para a região lombar, tornando a prática mais agradável e evitando uma série de problemas.

Atualmente, o mercado voltado para a maternidade é muito diversificado. Por isso, você não terá dificuldade em encontrar diversos modelos nas lojas especializadas. Algumas poltronas são mais discretas e contemporâneas; outras são mais chamativas e até contam com estampas temáticas.

A dica é escolher a versão que se encaixa melhor no estilo decorativo do quartinho e, claro, seja funcional para garantir o bem-estar da mamãe.

Poltrona de amamentação

O móvel é indispensável no quarto do bebê?

Diferentemente do berço, da cômoda e do trocador, a poltrona de amamentação não é um item obrigatório no quarto de um recém-nascido. Mas isso não significa que você deva deixá-la de lado. Pelo contrário!

Ao investir nela, será possível fazer com que o espaço se torne mais tranquilo e prazeroso, próprio para os momentos serenos entre mãe e filho.

Assim, você conseguirá estreitar os laços com o seu filho, mas sem precisar se deslocar para outro cômodo ou sofrer consequências de saúde no futuro.

De qualquer modo, a decisão entre utilizar ou não essa peça cabe exclusivamente à mulher, já que essa escolha é muito pessoal.

Como escolher a poltrona de amamentação perfeita?

Como já mencionamos, existem vários modelos de poltrona de amamentação à disposição. Isso pode deixar muitas mamães indecisas no momento de adquirir esse tipo de mobília.

No entanto, com alguns truques é possível acertar em cheio e arrasar no décor do quartinho do bebê. Contamos quais são eles a seguir.

Fique de olho na ergonomia

Sem dúvida, o primeiro aspecto a ser considerado é a ergonomia da poltrona de amamentação. Até porque a mãe precisa de total conforto ao utilizar o móvel, fazendo com que o bebê também se sinta acolhido. Nesse sentido, existem alguns pontos cruciais, como:

  • os braços: servem para dar apoio e facilitar o descanso. Verifique se a estrutura se encaixa bem em seu corpo e se há espaço suficiente para acomodar almofadas nas laterais;

  • o encosto: é necessário que a espuma dessa área seja extremamente macia, mas, ao mesmo tempo, firme. Também recomendamos que tanto as costas quanto a lombar estejam devidamente acomodadas;

  • a altura: para que haja uma boa ergonomia, é preciso que a mãe consiga encostar os pés no chão, ao passo em que mantém a postura reta e sem deixar a coluna sobrecarregada. Para as mulheres baixinhas, a dica é investir em um apoio para os pés ou um puff extra.

Analise o tecido da poltrona de amamentação

Assim como nos preocupamos com o tecido do sofá, também precisamos prestar atenção no material utilizado na poltrona de amamentação.

Para não ter erro, a dica é priorizar os modelos com revestimentos fáceis de higienizar. Ainda mais porque é comum que o recém-nascido regurgite ou que a mãe acabe derramando leite no local.

A nossa indicação é investir naqueles que são 100% algodão e, de preferência, que tenham propriedades antialérgicas. Agora, caso prefira uma versão sintética, as alternativas em courino são extremamente simples de limpar e deixarão o seu dia a dia mais prático.

Poltrona de amamentação

Prefira as versões que se movimentam

Essa é a dica ideal para quem deseja ter mais facilidade ao ninar o recém-nascido. Hoje em dia, muitas poltronas de amamentação contam com um diferencial: a possibilidade de balançar em um movimento para frente e para trás, até que o bebê pegue no sono.

Também existem aquelas capazes de girar no próprio eixo, o que acaba facilitando outras atividades. Ainda assim, se você preferir as versões mais comuns, basta apostar em um modelo fixo, que dispensa o movimento e, posteriormente, pode ser reutilizado em outros ambientes do lar.

Analise o espaço disponível

Por fim, é essencial checar o espaço disponível no quartinho, antes mesmo de adquirir a sua poltrona de amamentação.

Para tanto, tire as medidas do cômodo e se certifique de que o novo móvel poderá ser facilmente integrado a ele.

Se o espaço for pequeno demais, prefira as versões fixas e estreitas. E, em último caso, você também poderá instalar o móvel em outro ambiente da casa, como no quarto do casal ou no escritório.

Agora que você já conhece a poltrona de amamentação e os seus diferenciais, vai ficar mais fácil completar o quarto do seu bem mais precioso, não é mesmo?

Lembre-se de sempre adquirir produtos de alta qualidade e, se possível, conferir o feedback de outros clientes que já compraram da mesma marca e/ou loja. É um truque simples, mas que ajuda a evitar muita dor de cabeça.

Caso você tenha gostado do artigo, aproveite também para acompanhar as nossas páginas nas redes sociais: Facebook, Instagram e YouTube. Nelas, você encontrará outras dicas e informações. Até mais!

Categorias e Tags relacionadas