fbpx

Horta orgânica: garantia de vida saudável em apartamentos e prédios

Ter uma plantação de alimentos é simples. Nesse sentido, a horta orgânica dá conta do recado e oferece uma série de vantagens. Aliás, isso vale tanto quando ela é criada no seu apartamento quanto em uma área comum do prédio. O melhor é que, seja em um ou outro local, você terá verduras, temperos e ervas à disposição, além de um espaço que será parte do seu décor.

Sem dúvida, uma atividade em meio à natureza sempre é um momento terapêutico. Cultivar plantas, por exemplo, é uma ótima maneira de se integrar ao verde. Ademais, como uma extensão dessa ideia, manter uma horta de orgânicos é uma excelente forma de se distrair e manter uma alimentação mais saudável.

Neste artigo, você vai entender como fazer uma horta orgânica dentro de apartamentos e quais são os benefícios disso. Também vai ver que a ideia já é realidade em prédios de alto padrão, que exploram as áreas comuns com essa prática sustentável e saudável.

Horta orgânica no apartamento

Como fazer uma horta orgânica em um apartamento?

Primeiramente, para fazer uma horta orgânica dentro de um apartamento, é preciso conhecer insumos, espécies e modelos, entre outras dicas.

Assim, você vai cultivar temperos e ervas saborosos para degustar com os seus pratos e deixar o ambiente com um visual bastante atrativo.

Separe os insumos

Para criar uma horta pequena em seu apartamento são necessários alguns insumos de plantio. Seja em vasos ou direto em uma jardineira na sua varanda, todos esses artigos são fundamentais.

Toda horta orgânica precisa de:

  • argila expandida ou pedra brita — para colocar embaixo dos vasos ou no chão;
  • húmus de minhoca — para carregar a mistura com muitos nutrientes;
  • terra vegetal — própria para hortas;
  • terra adubada.

Escolha as espécies

Caso você adentre agora no mundo das plantas comestíveis, deve saber que cada espécie tem um cuidado específico. Ou seja, cada uma exige condições únicas, como intensidade de luz, quantidade de água e espaço necessário.

Se você vai fazer uma horta orgânica pequena, deve optar por espécies que não precisam de muito espaço para a raiz crescer.

Veja as principais plantas para uma horta pequena:

  • manjericão;
  • cebolinha;
  • salsinha.

Já se você tem um espaço maior, poderá aproveitar mais das espécies que se proliferam bastante e requerem boa área para a raiz crescer.

Confira as plantas para uma horta orgânica com mais espaço:

  • pimentas — espécies pequenas como biquinho, habanero e cumari;
  • capim-cidreira;
  • orégano;
  • coentro;
  • tomilho;
  • alecrim;
  • hortelã;
  • louro.

Tanto em uma horta menor quanto nas maiores, sempre dê espaço entre as plantas. Desse modo, nenhuma vai atrapalhar o crescimento da outra e a sua colheita será simplificada.

Defina onde plantar

Desde que você respeite os cuidados com cada espécie, a sua horta orgânica poderá ser montada em diferentes formatos.

Assim, os padrões de hortinhas verticais, em vasos, em um jardim de chão e em caixotes de madeira devem ser avaliados.

Analise bem o local onde você vai cultivar a sua horta orgânica. Isso facilita a visualização do melhor modelo de cultivo e permite aproveitar a área disponível ao máximo.

Vertical

Uma boa dica se você começa a se aventurar nessa área é comprar hortas orgânicas verticais. A saber, em gardens, esse modelo vem pronto para o cultivo, com padrões de caixotes de madeira ou vasos pendurados.

Se você quiser agilizar a instalação, basta pedir ao local para fazer a sua horta com as espécies que deseja. Depois é só pendurar e manter os cuidados.

Vasos

Caso prefira vasos, dê preferência àqueles feitos em cerâmica ou barro, que têm boa drenagem e, assim, não deixam a terra encharcada.

Canteiros

Já no chão, em canteiros, forme uma camada de pedra brita no fundo para drenar a água. Também procure impermeabilizar a área com uma manta impermeabilizante, para que não haja riscos de infiltração para o apartamento inferior.

Priorize o ambiente ideal

Uma horta orgânica precisa de bastante iluminação natural para que renda frutos saborosos e nutritivos. Portanto, você deve escolher uma área com alta exposição solar para o plantio.

A dica é cultivar a sua horta na varanda ou na cozinha americana ou tradicional, pois são áreas que geralmente recebem bastante luz natural.

Mantenha as regas regulares

Independentemente das espécies que comportam, as hortas orgânicas precisam de boa umidade para que permaneçam sadias. Logo, um pouco de água diariamente é suficiente para manter o cultivo em locais bastante quentes, como é o caso de Ribeirão Preto.

Como aproveitar a horta orgânica do seu prédio?

Uma horta orgânica pode beneficiar muito mais do que você e a sua família. Atualmente, ela já é uma tendência nas áreas comuns de prédios, que une tanto os benefícios de uma alimentação saudável quanto as vantagens da vida em comunidade. Portanto, saiba como tirar proveito.

Horta orgânica no prédio

Sugira espécies que podem ser cultivadas no local

Sugira espécies para serem cultivadas. Para isso, respeite o espaço para a horta orgânica disponível no prédio, de modo a garantir as condições que cada erva, leguminosa ou folhosa precisa para crescer.

Esse também é um bom momento para trocar ideias com os seus vizinhos e dar sugestões para que todos aproveitem melhor o espaço.

Se a horta orgânica do seu prédio conta com uma grande área para plantação, é uma boa ideia cultivar alface, agrião, cenoura, rabanete e demais alimentos de porte maior.

Além da certeza de consumir alimentos frescos, você e os seus vizinhos não precisarão mais correr ao supermercado para comprar legumes e verduras de última hora.

Siga as regras para manter a horta sempre intacta

Os cuidados com a horta orgânica comunitária geralmente são compartilhados ou centralizados em alguém com tempo disponível e conhecimento prévio de cultivo.

Para aproveitar o melhor de uma horta orgânica em um prédio, sempre colha os alimentos que precisar somente quando eles estiverem prontos para isso.

Esse zelo mantêm os brotos em constante crescimento e evita que os alimentos passem do ponto de colheita, garantindo o melhor sabor e aspecto para os seus pratos. 

Assim, todos terão alimentos sempre disponíveis em proporções justas na hora que precisarem.

Desfrute dos benefícios da horta comunitária

Certamente, as vantagens de uma horta orgânica são muitas. E com o cuidado na medida certa e a colaboração dos moradores, todos serão beneficiados.

Veja as principais vantagens desse cultivo em prédios:

  • é sustentável, pois demanda uma área para compostagem. Assim, todos poderão contribuir para a adubação do local, dando um destino interno e adequado ao lixo orgânico;
  • permite a troca de experiências entre os vizinhos, como receitas e outros assuntos;
  • traz economia para todos, pois coloca alimentos à mão por um custo baixo;
  • aumenta a praticidade para pegar temperos e ervas para uso diário;
  • estimula a harmonia na relação entre os moradores.

Fazer uma horta orgânica dentro do seu apartamento pode ser o primeiro passo para uma vida em família mais saudável.

No entanto, se você pensa em morar em um prédio novo, confira se ele já conta com esse espaço nas áreas comuns, que faz toda a diferença no dia a dia.

Grandes projetos oferecem esse benefício, pois eles já têm a qualidade de vida como prioridade. E boa alimentação é sinônimo de vida saudável!

Gostou do conteúdo? Então, acompanhe as nossas redes sociais para conferir mais dicas sobre vida em comunidade: Facebook, Instagram e YouTube!

Categorias e Tags relacionadas