fbpx

Internet das Coisas: como aplicar esse conceito no cotidiano doméstico?

O conceito de Internet das Coisas está cada vez mais presente no nosso dia a dia. Afinal, são equipamentos conectados à internet para oferecer economia, segurança e praticidade.

Do inglês, o termo Internet of Things (IoT) veio para dar nome a uma verdadeira revolução na maneira como lidamos com a tecnologia.

As automações vão cada vez mais longe, deixando de ser exclusividade de indústrias e comércios para tornar também nossas casas inteligentes.

Imagine poder ligar o ar-condicionado a distância, antes de chegar em casa, para encontrar o ambiente climatizado?

Ou ainda receber uma notificação da geladeira avisando que você precisa comprar leite, pois acabaram as caixas?

Parece interessante? Saiba que tudo isso já existe e está ao seu alcance!

Entenda melhor nas linhas a seguir e conheça um empreendimento em Ribeirão Preto que está pronto para a automação residencial.

Como funciona a Internet das Coisas?

A internet surgiu nos Estados Unidos com o objetivo de facilitar a comunicação entre universidades. Mas ela ganhou as casas e passou a conectar bilhões de pessoas por meio de computadores.

Uma das evoluções mais significativas a partir daí foi o surgimento dos celulares com internet, os chamados smartphones. Atualmente, ninguém vive sem eles.

Porém, o progresso não parou por aí. Pouco a pouco, outros objetos que fazem parte da nossa rotina se tornam “inteligentes”, com a possibilidade de se conectar à rede para oferecer várias vantagens.

Basicamente, a Internet das Coisas é capaz de conectar eletrodomésticos e demais itens à internet. O controle costuma ser feito por meio de um smartphone.

Isso traz diferentes benefícios para os moradores de uma casa, como:

  • manuseio dos aparelhos de qualquer parte do mundo;
  • economia de energia;
  • praticidade;
  • segurança.

Conexão de qualidade é fundamental

Movida à internet, a IoT precisa de uma conexão com qualidade e segurança. Esse ainda é um grande desafio para a sua expansão, especialmente no Brasil, em que uma em cada cinco pessoas não tem acesso à rede.

Outra preocupação é quanto à velocidade e à estabilidade dessa conexão. Mas a solução já está a caminho: é a internet 5G. Com ela, outras automações poderão evoluir e se popularizar, como é o caso dos carros.

Internet das Coisas

Como a IoT se aplica no dia a dia?

A Internet das Coisas já faz parte das nossas vidas, mesmo sem percebermos. Um exemplo são as Smart TVs, que transformaram televisões em verdadeiras centrais de entretenimento.

Por meio dela, dá para acessar variados conteúdos por streaming, o que aumenta as possibilidades para os usuários.

Mas há ainda outras formas de deixar a casa mais inteligente com a Internet das Coisas, como veremos em seguida.

Exemplos domésticos

  • Iluminação: existem sistemas de controle de persianas e cortinas que permitem a integração com smartphones. Também dá para ligar e desligar as lâmpadas de uma forma prática e de qualquer lugar. É possível programar o acionamento, além de escolher diferentes níveis de luz para o ambiente;
  • Sistema de segurança: câmeras e alarmes podem ser acessados e controlados pelo smartphone. Além disso, o uso de sensores de movimento, por exemplo, pode enviar uma notificação, avisando sobre a iminência de perigo;
  • Assistentes virtuais: comuns, elas são capazes de se integrar a outros dispositivos para o controle da casa. Ainda podem tirar dúvidas, anotar lembretes, fazer listas, tocar a música que você pedir e até fazer compras;
  • Geladeira: é capaz de identificar o que falta em seu interior para comunicar ao usuário e não deixá-lo esquecer de repor. Alguns modelos podem até realizar a compra, sem a necessidade de intervenção humana;
  • Aspirador de pó: você provavelmente já ouviu falar no robô que gira pela casa eliminando a sujeira. Ele faz todo o trabalho de forma automática e, quando finaliza, volta para a sua base carregadora;
  • Fogão: é capaz de acessar diversas receitas e guiar o usuário durante o preparo. Além disso, pode ter sensor de temperatura e até balança integrada para pratos perfeitos;
  • Controle de acesso: útil para garantir a segurança, pode ser programado ou acionado a distância, liberando ou não a entrada de pessoas na residência;
  • Ar-condicionado: existem modelos com Wi-Fi que permitem ligar e desligar o aparelho em qualquer lugar por meio do controle pelo smartphone;
  • Lavadora: o modelo presta uma verdadeira consultoria e ajuda a manter as roupas limpas do jeito certo.

Internet das Coisas já é parte de empreendimentos

Você deve ter notado que a Internet das Coisas já faz parte do dia a dia de muita gente. E o acesso a esse tipo de tecnologia pode ser ainda mais fácil quando se investe em um empreendimento inteligente.

O Icon Braz Olaia, por exemplo, é o primeiro prédio inteligente de Ribeirão Preto. Tudo foi pensado para o conforto e a praticidade dos moradores.

Veja as comodidades:

  • Smart Connect: apartamentos com toda a infraestrutura necessária para a automação residencial;
  • Janelas blackout automatizadas: dormitórios com tecnologia para controle de iluminação;
  • Smart Delivery: recebimento de encomendas por meio de armários inteligentes;
  • Smart Lock: apartamentos com fechadura eletrônica com Wi-Fi;
  • Car Tag: acesso dos veículos à garagem por tag eletrônica;
  • Acesso virtual: entrada no edifício com mais segurança.

Isso sem falar que o empreendimento oferece diferentes plantas de apartamento, para que você possa escolher aquela que faz mais sentido para o seu momento de vida. São unidades de um e dois quartos, além de garden, loft e duplex.

Ele ainda conta com toda uma infraestrutura voltada para a conveniência, que inclui coworking, sala de descompressão, pet care, vending machines, lavanderia compartilhada e espaço fitness. Para o lazer da família, possui sauna, piscina e espaço gourmet.

Quer morar em um empreendimento inteligente para ter o que a IoT é capaz de oferecer? Saiba tudo sobre o Icon e fale com um corretor!

Categorias e Tags relacionadas